Profissional é essencial para garantir a otimização da linha de produção na indústria.

O engenheiro de produção é o profissional capacitado para elaborar e gerenciar sistemas em empresas ou instituições que envolvam materiais, pessoas, informações, equipamentos e até mesmo uma linha de produção inteira. A pessoa graduada em Engenharia de Produção é essencial para otimizar o uso de recursos na produção e, até mesmo, diminuir os custos de produção de bens e serviços.

Créditos da foto: Pixabay
Créditos da foto: Pixabay

O engenheiro de Produção apoia empresas na revisão e monitoramento do processo produtivo e aplicação de métodos que possam melhorar o resultado final. O profissional pode desenvolver sistemas de gerenciamento, realizar controle de planejamento financeiro e qualidade, elaborar padrões para projetos e criar sistemas de controle para coordenar atividades.

O profissional de engenharia de produção é plural e aprende conteúdos de áreas como Matemática, Física, Eletrônica, Computação, Empreendedorismo e Inovação, Gestão de Projetos, Gestão da Produção, Finanças, Marketing, Design, Redes Industriais e Planejamento Estratégico. A grande quantidade de conhecimento possibilita o graduado a atuar em diversos segmentos.

O Mercado para o Engenheiro de Produção

Créditos da foto: Pixabay
Créditos da foto: Pixabay

A Engenharia de Produção é uma área que tem crescido cada vez mais no Brasil. Segundo o Observatório Nacional da Indústria, uma das maiores demandas é para o profissional que gerencie produção e operações na indústria. Até 2025, o Brasil precisará qualificar 9,6 milhões de profissionais em ocupações industriais.

O profissional formado em Engenharia de Produção é mais necessário quando as empresas estão em busca de processos produtivos mais dinâmicos e ágeis. Com a ajuda de novas ferramentas e a automatização, é necessário um especialista que coordene e acompanhe toda a linha de produção, que tenha uma visão geral desde o desenvolvimento até o cliente final e reduza o risco de erros.

Áreas de atuação do Engenheiro de Produção

Na indústria, o profissional pode atuar no planejamento e controle da produção, dimensionamento dos recursos humanos, logística, qualidade, design do produto e no controle dos custos do processo produtivo.

Na área de gestão, o engenheiro de produção possui conhecimentos técnicos e gerenciais suficientes para atuar em cargos executivos em diversas áreas de uma empresa.

Créditos da foto: Pixabay
Créditos da foto: Pixabay

O engenheiro de produção também pode atuar no empreendedorismo e inovação, podendo criar a sua própria empresa. Os conhecimentos em produtos e serviços inovadores podem ajudar, ainda, a desenvolver e gerenciar produtos digitais.

No mercado financeiro, o engenheiro tem base matemática e de diversas disciplinas para trabalhar em departamentos financeiros de empresas e até em bancos, corretoras e seguradoras.

Fora dos grandes centros, o graduado também pode atuar na produção agroindustrial ou até mesmo seguir carreira acadêmica, por meio da pesquisa.

Onde estudar?

Créditos da foto: Pixabay
Créditos da foto: Pixabay

No Inatel, o aluno tem a capacidade de vivenciar na prática as diversas áreas de atuação de um engenheiro de produção. Mais de 20% da carga horária do curso é prática e ministrada nos modernos laboratórios da instituição. Existem diversas atividades extracurriculares, tanto na instituição ou nas mais de 150 empresas de tecnologia da cidade de Santa Rita do Sapucaí, onde está o campus do Inatel.

O curso é oferecido nos períodos integral e noturno e tem duração de cinco anos. Por ano, são disponibilizadas 120 vagas. Na graduação, o estudante do Inatel pode obter, além do certificado da instituição, um diploma de uma universidade europeia, por meio de um acordo de dupla diplomação.

Assessoria de Imprensa do Inatel
Assessoria de Comunicação e Marketing do Inatel