Inatel Cas@Viva promove 6ª edição de campanha para recolher lixo eletrônico

inatel-passeata-casa-viva-2409 207Campanha de coleta de lixo eletrônico do ano passadoConscientizar e incentivar a população a dar o destino correto a dispositivos eletrônicos ultrapassados ou que não funcionam mais. Este é o objetivo do projeto Lixo Eletrônico da Cas@Viva – projeto de alfabetização tecnológica para inclusão digital do Inatel, que anualmente realiza uma campanha de coleta e descarte correto de materiais eletrônicos. Em 2012 o evento ocorre no dia 29 de setembro.

Das 9h às 16h na Praça de Santa Rita do Sapucaí serão recolhidos computadores, mouses, teclados, monitores, impressoras, celulares, pilhas, baterias e todo o tipo de eletroeletrônico e eletrodoméstico para descarte, com exceção de lâmpadas fluorescentes e geladeiras. Além de contribuírem com o meio ambiente, as pessoas que levarem algum lixo eletrônico ganharão uma sacola ecológica.

De acordo com a coordenadora do projeto, professora Débora Costanti Justino Ribeiro, este ano a quantidade de material recolhido deve superar a de outros anos. "Esperamos arrecadar além das quatro toneladas que conseguimos no ano passado, pois aumentamos o número de parcerias com escolas de Santa Rita e da região, que procuraram o projeto e fizeram campanhas internas de arrecadação", comenta.

Os dispositivos a serem descartados são recolhidos e passam por uma triagem na Cas@Viva, os equipamentos que podem ser reaproveitados são encaminhados para instituições filantrópicas e pessoas que fazem requerimento, os que não podem ser recuperados são enviados para empresas de reciclagem que trabalham com lixo eletrônico.

inatel-passeata-casa-viva-2409 230Parte das quatro toneladas de material arrecadado em 2011Alguns dos materiais recolhidos são disponibilizados para auxiliar em projetos dos alunos da Feira Tecnológica do Inatel – Fetin. "Este ano, por exemplo, disponibilizamos 120 ventoinhas e 70 motores para os alunos montarem os projetos da Fetin. Então, a gente tenta ao máximo prolongar a vida útil de pelo menos parte do equipamento", conta Débora.

Com a repetição anual do projeto, alguns dispositivos começaram a ganhar uma nova utilidade: servir como objeto histórico. "Tem muito material que tem um valor histórico e retratam a evolução da informática. Por isso, a gente guarda esses equipamentos antigos para fazermos exposições nas escolas", explica a coordenadora do projeto.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (35) 3471-9434 ou pelo e-mail casaviva@inatel.br.

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200