Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Competições promovidas pelo Inatel instigam o gosto dos jovens por tecnologia

inatel arduino challengeRobótica, Programação e Cibersegurança são temas bem conhecidos no mundo da Tecnologia. No entanto, muitos jovens não têm ideia de que eles fazem parte da grade curricular dos cursos de Engenharia. Para demonstrar a importância desses temas e instigar o gosto por tecnologia, o Inatel promove, todos os anos, as competições Arduino Challenge e Programação 1.0, envolvendo estudantes do Ensino Médio Regular e Técnico de todo o país. E, este ano, as disputas contaram com um reforço, o Telecom Challenge. Tudo realizado de forma online, é claro!

Foto: Participantes do Arduino Challenge 2020

A primeira edição do Telecom Challenge contou com a participação de 120 estudantes de 30 escolas dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás. Na competição, estilo Capture the Flag (CTF), os participantes tinham que responder a questões sobre Redes de Telecomunicações e Cibersegurança usando criptografia. Para se classificar, era preciso decifrar e responder as questões no menor tempo possível. Os estudantes passaram por um período de preparação e tiveram acompanhamento da equipe do Inatel. A disputa ocorreu nos meses de agosto e setembro.

O estudante Cauã Gabriel do Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá foi o primeiro colocado na categoria individual do Telecom Challenge. Ele decidiu participar a convite dos colegas que viram o desafio na internet. “Aceitei na hora porque achei muito legal a proposta. Essa área de cibersegurança e hacker é uma coisa que me empolga muito. Ganhar foi uma das melhores sensações. Vi que todo aquele trabalho de criptografia, todo o estudo, valeu a pena”, revelou.

inatel programacao1.0A 3ª edição da competição Programação 1.0 contou, este ano, com a participação de 860 alunos, de 50 colégios de Minas, São Paulo, Rio e Brasília. A disputa ocorreu de maio a setembro e a novidade este ano foi a utilização da linguagem Python, bastante utilizada atualmente por desenvolvedores.

Bianca Krauss, do COC de Poços de Caldas, participou pelo segundo ano e foi a única mulher entre os vencedores. “Ficar em 2° lugar foi algo muito gratificante. Tive apoio de muita gente. A equipe do Inatel responsável é sensacional e receptiva. Mesmo com a mudança de presencial para online, a sensação de acolhimento e proximidade era muito presente. Eles ajudavam com tudo que estavam ao alcance deles”, comentou.

Foto: Participantes da Programação 1.0 2020

Já o Arduino Challenge, este ano em sua 6ª edição, contou com a participação de 390 estudantes de 13 escolas de Minas, São Paulo e Rio. O tema do desafio foi “Jurassic Park”, em referência aos filmes da franquia Parque dos Dinossauros. O torneio foi realizado de junho a setembro e, pela primeira vez, houve a participação de um colégio militar, que levou o 1º lugar na categoria Ensino Médio Regular.

Para Vinicius Caldeira, integrante do grupo vencedor do Colégio Militar de Belo Horizonte, o trabalho em equipe foi algo essencial na competição e que estava fazendo muita falta nesse tempo de pandemia. “A emoção aumentava a cada desafio e experimento que fazíamos, ascendendo o nosso espírito competitivo. Nenhum de nós esperava que uma competição tão divertida pudesse ser feita a partir de um filme de dinossauros. Acredito que essa foi a maior surpresa. Sendo vencedores ou não, tenho certeza que ninguém saiu perdendo, porque, além do vasto conhecimento e experiência que adquirimos, pudemos participar de uma jornada com os nossos amigos novamente depois de muito tempo”, destacou.

O coordenador do Núcleo de Relacionamento com Colégios, professor Luiz Felipe Simões de Godoy, avaliou como um sucesso as competições realizadas este ano, que tiveram que ser realizadas no formato online, por conta da pandemia. “Apesar do isolamento, com todos trabalhando de forma virtual, tivemos o empenho de todos e conseguimos movimentar um bom número de participantes. Foi uma boa forma de fazer os jovens experimentar e conhecer os diferentes universos da Engenharia de forma lúdica e experimental”, salientou.

A final das três competições ocorreu durante a FETIN.

Confira os vencedores:

Telecom Challenge

Fase individual:

1º lugar – Cauã Gabriel, Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá
2º lugar – Enzo Baucia, Colégio Objetivo de Lorena
3º lugar – Felipe Santos, Colégio Objetivo de Lorena
4º lugar – José Arthur, Colégio Instituto Federal, campus São Carlos
5º lugar – Maicon Querino, IF Sul de Minas, Três Corações

Fase Grupo:
1º lugar – Bonsoir, Elliot!
2º lugar – IFTC20

Programação 1.0

1º lugar – Guilherme Muniz, do COC Poços de Caldas
2º lugar – Bianca Krauss, do COC Poços de Caldas
3º lugar – Murilo Pereira, do Colégio COC de São José dos Campos

Arduino Challenge

Ensino Médio Técnico:

1º lugar: Chatos na Cueca (ETPC de Volta Redonda)
2º lugar: Quarteto Fantástico (IF de Três Corações)
3º lugar: ArduVoltando (IF de Inconfidentes)

Ensino Médio Regular:

1º lugar: Caçadores de Dinossauro Atlanticon (Colégio Militar de BH)
2º lugar: DinoBusters (Anglo de São José dos Campos)
3º lugar: Neanterdais (Colégio Intelecto de Pouso Alegre)

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200

Política de Privacidade