Instituição de Minas é exemplo na formação e contratação de profissionais de TIC

Inatel CampusOs mercados de TI e Telecom estão mais otimistas para 2017, com previsão de crescimento. E do sul de Minas vem o exemplo de busca por profissionais. O Inatel - Instituto Nacional de Telecomunicações, localizado em Santa Rita do Sapucaí, é uma instituição de ensino, pesquisa e desenvolvimento de tecnologias que, além de formar engenheiros e tecnólogos para o mercado de TIC, está se tornando um Parque Tecnológico de diversas empresas nacionais e multinacionais. Este ano, 48 pessoas já foram contratadas para atuarem no Inatel Competence Center, que concentra a área de desenvolvimento e transferência de soluções para o mercado e 15 vagas ainda estão abertas. Em 2016, foram 53 contratações.

Um novo laboratório, que deve ser inaugurado em maio em parceria com uma multinacional da área de Telecom, vai empregar quase 30 engenheiros e 50 estagiários para atuarem na integração de redes de comunicação móvel. Para a área de desenvolvimento deste laboratório, serão recrutados cinco profissionais em sistemas da informação, com conhecimento em Linux, Banco de Dados, Web Service, Data Base, entre outras linguagens. Os outros profissionais devem ter experiência nas três áreas principais de uma rede de comunicação: core, transmissão e acesso móvel.

Essas oportunidades, muitas vezes, são a porta de entrada para o mercado de trabalho para alunos do Inatel, que iniciam a carreira em grandes empresas por conta das parcerias da faculdade para o desenvolvimento de tecnologias e serviços. No laboratório que será aberto, por exemplo, os 50 estagiários serão alunos do Inatel, que passarão por um treinamento específico. A primeira leva de profissionais já contratados para esse projeto são de recém-formados do Instituto que atuaram na empresa como estagiários nos últimos dois anos. “Posso dizer que esta parceria não apenas foi importante para me posicionar no mercado de trabalho como também me dará a chance de estar próximo das evoluções tecnológicas para redes móveis. Isto poderá ser conseguido com a união de uma gigante das telecomunicações, com o Inatel, que é destaque também neste ramo. Teremos a possibilidade de aliar o conhecimento teórico que adquiri no Inatel com os equipamentos da empresa e avançar juntos no desenvolvimento de novas soluções e tecnologias”, comentou Alexandre Guerzoni Duarte Angermeyer, recém-formado em Engenharia de Telecomunicações do Inatel.

embrapiiDesde o ano passado, o Inatel é unidade EMBRAPII, Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, instituição que financia projetos de inovação no Brasil. Atualmente, nove projetos estão em desenvolvimento pela parceria e novos contratos estão prestes a serem fechados. Isso reforça a necessidade de profissionais de TIC, com novas contratações na área de software, hardware e desenvolvimento de negócios. “Esse reconhecimento como unidade EMBRAPII trouxe excelentes oportunidades de inovação tanto para as empresas parceiras quanto para nossa instituição e nosso time de especialistas, ampliando a expertise da instituição em novas áreas de atuação”, afirma o pró-diretor de Desenvolvimento de Tecnologias e Inovação do Inatel, Carlos Augusto Rocha.

Hoje, o Inatel Competence Center tem mais de 250 especialistas que trabalham com desenvolvimento de software, hardware, além de testes e calibração, nas mais diversas áreas como microeletrônica, rádio frequência, tarifação, Smart Grid, Internet das Coisas, controle de acesso, sistemas embarcados, desenvolvimento mobile, sistemas de telecomunicações, Cloud, entre outros. “O ritmo acadêmico e o de mercado são diferentes. O Inatel entende isto e desenvolve projetos dentro do seu time de mercado, utilizando poderosas metodologias de Gerenciamento de Projetos”, afirma o gerente de Desenvolvimento de Negócios do Inatel Competence Center, Leandro Gerzoni. Nos últimos três anos, o ICC já desenvolveu mais de 200 projetos para o mercado, que estão aplicados em 20 países.

Como pode-se ver, hoje em dia, hardware, software e redes de telecomunicações estão cada vez mais integrados para atenderem às necessidades da indústria. O vice-diretor do Inatel e pró-diretor de Graduação, professor Carlos Nazareth Motta Marins, ressalta as características do profissional que o mercado necessita. “Os profissionais de TIC devem ser especializados e terem uma sólida formação das ciências básicas mas, ao mesmo tempo, devem estar aptos a dialogarem e interagirem com profissionais de outras áreas. Por isso, a importância de uma capacitação multidisciplinar, que inclui aplicações em telecomunicações, computação, além de áreas sociais, como administração e empreendedorismo, para atender e entender um mercado cada vez mais inovador”, afirma Nazareth.

As vagas de emprego do Inatel podem ser consultadas no site www.vagas.com/inatel.

VESTIBULAR INATEL

As inscrições para o Vestibular do Inatel já estão abertas. As provas serão realizadas nas cidades de Santa Rita do Sapucaí, onde fica o campus da faculdade, Belo Horizonte, São Paulo, Volta Redonda e São José dos Campos. A instituição oferece cursos de graduação em Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Computação, Engenharia Biomédica e Engenharia de Controle e Automação, além dos cursos noturnos de Tecnologia em Automação Industrial e Tecnologia em Gestão de Telecomunicações. As inscrições podem ser feitas no site www.inatel.br/vestibular e os candidatos têm a opção de se inscrever pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou para fazer a prova, que acontece no dia 10 de junho ou 22 de julho.

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200