Planejamento do projeto 5G-RANGE é realizado e pesquisadores participam de workshop

5G Range2Durante encontro realizado no último dia 25 de outubro, no Inatel, os pesquisadores das instituições integrantes do projeto 5G-RANGE realizaram um planejamento de ações do projeto, iniciado oficialmente nesta quarta-feira, dia 1 de novembro. Nesta reunião, foram discutidos os próximos passos para o desenvolvimento do projeto, assim como foi realizado para uma melhor integração entre a equipe.

“Teremos vários encontros ao longo dos próximos 30 meses. A próxima reunião será nos dias 11, 12 e 13 em Madrid, na Espanha”, comentou o Coordenador de Pesquisa do Centro de Referência de Radiocomunicações (CRR), Luciano Leonel Mendes.

O projeto 5G-RANGE – Remote area Access Network for 5th Generation tem por objetivo promover e propor soluções práticas para o acesso à internet em áreas remotas e rurais. O projeto foi aprovado pela Chamada Coordenada Brasil-União Europeia em Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), realizada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) em parceria com a Comissão Europeia. Além do Inatel, integram o consórcio multidisciplinar o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), a unidade brasileira da empresa Ericsson e as universidades de Brasília (UnB), de São Paulo (USP) e Federal do Ceará (UFC). Já pelo lado europeu, a parceria envolve a companhia espanhola Telefónica e as universidades Carlos III de Madrid, na Espanha, de Oulu, na Finlândia, e Tecnológica de Dresden, na Alemanha.

Algumas das pesquisas que integram o projeto foram apresentadas em um workshop voltado para as áreas de 5G e Internet of Things (IoT), realizado nos últimos dias 26 e 27 de outubro, no campus do Inatel, simultaneamente com a 36ª Feira Tecnológica do Inatel – Fetin. As pesquisas nestas duas áreas de destaque no cenário das Telecomunicações, realizadas no Brasil, Espanha, Finlândia e Alemanha, foram apresentadas durante o evento.

O workshop, voltado para estudantes, professores, pesquisadores e interessados em tendências tecnológicas, trouxe à tona os desafios e soluções para que as redes 5G e o OIT possam efetivamente fazer parte do cotidiano das pessoas. O evento foi uma correalização do Centro de Referência de Radiocomunicações (CRR) e do Centro de Cooperação em Tecnologia da Informação Brasil-Coreia (ITCC), ambos instalados no Inatel.

Ao todo, foram 17 apresentações de pesquisadores do Inatel, Unicamp, PUC-Rio, Universidade Federal do Ceará, Universidade de Oulu (Finlândia), Universidade Carlos III de Madrid (Espanha), Universidade Tecnológica de Dresden (Alemanha), além do MCTIC. Foram abordados temas como o desenvolvimento do 5G, camada física, múltiplo acesso, rádios cognitivos, modelamento de canal com aplicação em 5G, aplicações para redes IoT e Internet do Futuro.

Para a pesquisadora Marja Matinmikko e gerente de projetos no Centro de comunicações sem fio (CWC) da Universidade de Oulu “esse encontro é importante para o meio acadêmico, para as empresas, para o governo e para o desenvolvimento das pesquisas, pois assim temos o contato direto com outros pesquisadores e também aproveitamos para conhecer a infraestrutura do Inatel, que oferece os recursos necessários para integração de nossas pesquisas”.

Outro pesquisador, o brasileiro Yuri Carvalho Barbosa Silva da Universidade Federal do Ceará (UFC) também comentou da importância deste encontro. “Para a UFC é importante este envolvimento neste projeto de pesquisa sobre o 5G com o Inatel. Ter o contato com outros pesquisadores, de outras nacionalidades reforça ainda mais esta grande troca de informações para o desenvolvimento desta tecnologia”, comentou.

O Inatel lidera as pesquisas brasileiras na área de 5G e está à frente do desenvolvimento de um novo modo de operação para esta nova rede móvel, que permita o acesso à Internet em áreas remotas e zonas rurais com qualidade e custo acessível. Em dois anos e meio de pesquisas, os pesquisadores do CRR desenvolveram um transceptor MIMO-GFDM Flexível, demonstrado recentemente em Brasília, e que esteve em operação durante o workshop. Uma versão desta implementação venceu, em junho, uma competição promovida pelo projeto europeu eWINE, por ser considerada a proposta mais flexível para a futura rede de comunicação móvel. Com o 5G espera-se aumentar o raio de cobertura, que atualmente é de 5 km à 10 km, para 50 km, com banda larga de qualidade até o limite da célula.

Confira as fotos do workshop:
Fotos do dia 26
Fotos do dia 27

5range

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200