Você está acessando nosso website pela primeira vez. Nosso site, objetivando permitir, particularmente, uma melhor interação com você, bem como para permitir funcionalidades para melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados, coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies. Para saber mais sobre a coleta de dados/informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Para ver o formulário de contatos você aceita nossa Política de Privacidade.

Aceitar Não aceitar

Segurança Cibernética tem destaque em Simpósio Brasileiro de Telecomunicações

Centro de Segurança Cibernética do Inatel realizou painel, minicurso apresentou artigos no SBrT

inatel sbrt quarta 63A importância da segurança de redes e dados foi tema de várias ações do Centro de Segurança Cibernética do Inatel (CxSC Telecom) no 40º Simpósio Brasileiro de Telecomunicações e Processamento de Sinais, realizado de 25 a 28 de setembro, no campus da instituição em Santa Rita do Sapucaí. Neste ano, o tema foi "A conectividade humana universal para uma sociedade moderna sustentável". O evento contou com a participação de mais de 230 pesquisadores do Brasil e do exterior.

O CxSC participou de um painel no encerramento do simpósio onde foram discutidos os problemas e soluções de segurança cibernética nas diferentes infraestruturas críticas, como abastecimento de água, energia, setor financeiro e de telecomunicações para um país.

O diretor do Inatel, Carlos Nazareth Motta Marins, destacou a importância de um tema como a segurança cibernética ser apresentado em um seminário de grande relevância nacional e internacional. "A segurança cibernética sempre esteve presente dentro do mundo de telecomunicações. As telecomunicações sempre foram atacadas por impostores que, em um primeiro momento, queriam roubar o acesso ao serviço e o uso das redes para, ou trafegar informações, que não necessariamente eram digitais, ou para fazer espionagem e ter acesso aos dados que trafegavam", afirma.

O painel teve a participação de Lygia Calvino, pós-graduada em Telecomunicações pelo Inatel e responsável pelo gerenciamento do escritório de proteção de dados da Huawei, parceira nas iniciativas de pesquisa do CxSC. Ela destacou como a indústria se modernizou nos últimos anos por conta do 5G.

"A pandemia acelerou a transformação digital. Nós vimos que essa transformação foi acelerada em cinco ou seis anos e, consequentemente, a estimativa agora para esse ano de 2022 é que 50% da nossa economia esteja digitalizada. Nós temos visto grandes investimentos ao redor do mundo como, por exemplo, na ordem de trilhões na Europa, na China e na Coreia do Sul. Algo bem interessante, é que o 5G é um alavancador dessa indústria", diz.

inatel sbrt quarta 68O painel também contou com a participação de Sergio Sevileanu, responsável pelo desenvolvimento de negócios da Siemens com ênfase em conectividade e segurança cibernética. A multinacional é uma das parceiras nos projetos de empreendedorismo no Inatel. Para ele, a segurança cibernética tem ganhado bastante destaque dentro das empresas.

"O tema da segurança cibernética ganha força hoje, tanto quando a gente fala de produtos e quando a gente fala de soluções. Então, a Siemens tem a preocupação de que os produtos nasçam seguros e que eles sejam mantidos seguros durante a sua vida útil. E, normalmente, quando a gente fala de redes de infraestrutura crítica, a gente não está falando de cinco anos, está falando de até 30 anos. Uma concessão de energia elétrica hoje tem 30 anos", aponta.

O professor e coordenador do CxSC do Inatel, Guilherme Aquino, afirmou que a participação da instituição no SBrT foi motivo de grande alegria. "Essa felicidade vem de poder compartilhar, por esses dias, todo o espaço da instituição, ter acesso a todos os estudos que foram apresentados e todas as mentes brilhantes que passaram por aqui, que são uns dos maiores especialistas na área de telecomunicações e áreas correlatas. E isso me dá muita honra de ter participado desse simpósio", avalia.

Minicurso

minicurso cibersegurança sbrt 2022Dentre os minicursos oferecidos durante o 40º SBrT, os participantes puderam aprender sobre como a segurança cibernética dos sistemas de informática e de dados é essencial para a sociedade. O curso, ministrado pelo professor Guilherme Aquino, apresentou técnicas para a criação de cenários virtualizados que exploraram e permitiram aos alunos e pesquisadores aumentarem seus conhecimentos sobre a comunicação segura, utilizando técnicas de PenTest (Penetration Tests).

Os participantes aprenderam sobre os pilares da comunicação segura, como confidencialidade, autenticidade, integridade e irretratabilidade. O objetivo do curso foi realizar uma atividade prática em laboratório para mostrar uma forma de educar alunos de graduação, de pós-graduação e pesquisadores quanto aos aspectos fundamentais da formação de segurança cibernética.

Artigos

inatel artigo cxsc sbrt 2022Durante o evento, foram apresentados três artigos elaborados por alunos e pesquisadores do CxSC: "Systems, Software, and Applications Updating for avoiding Cyber Attacks: A Pentest Demonstration", de autoria de Luiz Casagrande, Evandro Cesar Vilas Boas e Guilherme Pedro Aquino, "Aspectos de Segurança Cibernética em Redes Móveis 5G", de Ítalo Sousa Tacca, Evandro Cesar Vilas Boas e Guilherme Pedro Aquino, "Análise Assintótica Unificada de Estatísticas de Segunda Ordem para Canais de Classe Gaussiana", de Vanessa Mendes Rennó. Também foram apresentados os projetos de desenvolvimento de um CubeSat para mapeamento de radiação gama em órbita baixa e um projeto de um acoplador híbrido para aplicações 5G em banda C.

 

Inatel

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200