Uma história de superação e empatia com a realidade do próximo

Inatel Aurem EmpreendaSantanderIIMuitos episódios se passaram até o desfecho dessa história que teve um final muito feliz, mas, na verdade, esse é apenas mais um capítulo e não termina por aqui. Bruno Candia é um jovem de apenas 22 anos, aluno de Engenharia de Controle e Automação do Inatel, que um dia, em sala de aula, presenciou um colega deficiente auditivo com uma dificuldade real: a intérprete faltou e todo conteúdo passado pelo professor foi perdido.

Bruno passou a aula observando o colega e o procurou para conversar e entender melhor sua situação. Daí nasceu o projeto da Aurem, um software capaz de gerar uma legenda em tempo real durante uma aula ou palestra, por meio de reconhecimento de voz, repleto de recursos úteis para os alunos que vivem essa mesma condição. Nessa época a Aurem já existia, mas esse projeto mudou o rumo da empresa. Quando apareceu a oportunidade de inscrever a startup no Empreenda Santander, os desafios foram ficando cada vez maiores.  

"Foram muitas noites viradas no Inatel”
Thamires de Vasconcelos, Aurem
“Quando vimos os nomes dos concorrentes deu um gelo, a primeira etapa foi mandar um vídeo e achamos que seria complicado passarmos, mas quando fomos selecionados aí encaramos e fomos em frente. Sempre que acontecia alguma coisa errada, como o software começar a travar, a gente virava a noite, mas resolvia o problema” conta orgulhosa Thamires de Vasconcelos, integrante da equipe Aurem.

Inatel Aurem EmpreendaSantanderV

“Vai lá e faz seu máximo!”
Eduardo Zanin para Bruno, quando a final se aproximava
Foi um longo processo, eram mais de 4mil startups de todo o país inscritas. Mas para cada obstáculo houve orientação, apoio e muito suor (além de muita torcida) para superá-los. Nesse ponto da história, a tradição do Inatel com o empreendedorismo fez toda a diferença. “O Instituto tem um histórico de 37 anos com a cultura empreendedora, antes mesmo de saber o que era uma incubadora, já existia apoio ao empreendedorismo, ainda não se conhecia o termo startup, mas empresas eram criadas por aqui, quando não se falava em aceleradoras, empresas já eram aceleradas de alguma forma. Então, estamos em condições de igualdade com qualquer instituição, somos ousados e inovadores” descreve o orientador da equipe e professor do Inatel, Eduardo Zanin.

“Não garanto que vou ganhar, mas que eu consegui impressionar, eu consegui”
Bruno Candia – Líder da Startup
Enfim, 3 mil startups foram superadas, a Aurem concorreu na categoria Universitário Empreendedor com outras 1500 empresas e, em cada fase, a preparação aumentava, assim como a ansiedade. “Passar por todo esse processo de ver tudo acontecendo, foi emocionante, se ver crescendo a cada dia, enfrentando os desafios. Eu até treinei com uma banca simulada com a diretoria do Inatel e chegar até aqui fez toda a diferença. O pessoal da equipe fez muita força, além da ajuda do time da pré-Incubadora e de todos no Instituto”.
Bom, o grande dia chegou: 10 de setembro de 2019. Equipe Aurem e seu orientador, representantes do Núcleo de Empreendedorismo e da Diretoria do Inatel, todos no Teatro Santander em São Paulo, aguardando com expectativa o anúncio do vencedor. O primeiro envelope aberto disse o nome de Bruno Candia, que venceu como Universitário Empreendedor, à frente da startup pré-incubada.
Além de todo reconhecimento e motivação da vitória, a Aurem passa a receber com o prêmio aceleração por um período de até seis meses com a ACE e ainda, um aporte financeiro e bolsas de estudos na Babson College.

Inatel Aurem EmpreendaSantanderIV

“Manter a educação empreendedora significa perpetuar o sonho da nossa fundação”
Carlos Nazareth – Diretor do Inatel
“Sem dúvida, foi a etapa mais concorrida do prêmio, por isso, é um orgulho ver nossos meninos e meninas despontarem no cenário nacional com um projeto que foi reconhecido e premiado em um contexto tão importante como prêmio Santander. É uma satisfação por nossos alunos, pelo núcleo de empreendedorismo, pelo projeto de pré-incubação, pelos nossos professores, que foram orientadores desse projeto, e toda a comunidade. O Inatel está de parabéns e todos os setores que estes jovens transitam eles se inspiram naquilo que podemos oferecer de mais valioso, que é educar os jovens para um futuro cada vez melhor” declara o Diretor do Inatel, Carlos Nazareth.

Sonhar grande e sonhar pequeno, dá o mesmo trabalho...
“O prêmio significa um incentivo a mais para entrarmos no mercado, ajudarmos as pessoas, mas também para fazermos a diferença, para trazer mais gente pra educação e gerar mais oportunidades. Esse prêmio vai nos ajudar muito como incentivo, porque a gente já estava batalhando muito, mas vamos batalhar ainda mais!” enfatiza Bruno Candia, empreendedor premiado pelo Empreenda Santander 2019.

@ Entre em contato

Instituto Nacional de Telecomunicações – Inatel

Campus em Santa Rita do Sapucaí - MG - Brasil

Av. João de Camargo, 510 - Centro - 37540-000

+55 (35) 3471 9200

Escritório em São Paulo - SP - Brasil

WTC Tower, 18º andar - Conjunto 1811/1812

Av. das Nações Unidas, 12.551 - Brooklin Novo - 04578-903

+55 (11) 3043 6015 | inatel.sp@inatel.br